Pubblicazione dell’Associazione per l’Interscambio Culturale Italia Brasile Anita e Giuseppe Garibaldi

Publicação bimestral . Nº 125 - 126 - Ano XIV - Março / Abril 13 - R$ 10,00

Eleições 2010 – Dilma abre 20 pontos de vantagem sobre Serra

por andrea em quinta-feira, 26 de agosto de 2010 às 17:22 Eleições 2010 –  Dilma abre 20 pontos de vantagem sobre Serra

Petista alcança 55% dos votos válidos

Dilma Rousseff (PT) mantém tendência de crescimento e abre 20 pontos de vantagem sobre José Serra (PSDB) na disputa pela presidência da República. É o que mostra pesquisa Datafolha realizada nos dias 23 e 24 de agosto junto a 10948 eleitores em todas as unidades da Federação. Comparando-se os dados atuais com levantamento realizado na sexta-feira da semana passada, nota-se que a petista oscilou positivamente dois pontos percentuais em três dias.

Na ocasião, a ex-ministra tinha 47% das intenções de voto. Já o tucano, no mesmo período, oscilou um ponto negativo, passando de 30% para 29%. Marina Silva (PV) manteve o mesmo percentual – 9%. Os demais candidatos não pontuaram. As taxas dos que pretendem votar em branco ou anular o voto (4%) e a dos que permanecem indecisos (8%) ficaram estáveis.

No cálculo de votos válidos, onde a taxa de votos brancos, nulos e indecisos é distribuída proporcionalmente segundo o percentual de intenção de voto de cada candidato, Dilma alcança 55%, o que seria suficiente para elegê-la presidente já no primeiro turno.

A novidade deste levantamento porém encontra-se na liderança da petista em segmentos até aqui dominados pelo tucano. Entre os que possuem renda superior a 10 salários mínimos Dilma cresceu 12 pontos percentuais e consegue agora 40% das intenções de voto nesse estrato contra 34% de Serra. Na semana passada, esses índices correspondiam a 28% e 41%, respectivamente.

O mesmo acontece na Região Sul, onde até o início do horário eleitoral, verificava-se um dos melhores desempenhos do tucano. Na pesquisa anterior, a petista empatou com Serra entre os habitantes da região e agora abre vantagem de sete pontos percentuais nesse mesmo estrato.

Mudanças significativas também são observadas no desempenho da ex-ministra de Lula nos estados onde o Datafolha expande sua amostra para estudar a eleição de governador. Dilma passa a liderar nos oito estados com amostra expandida, inclusive naqueles onde, antes do início da campanha na TV, Serra era o favorito. É o caso, por exemplo, do Rio Grande do Sul, do Paraná e São Paulo. Em todos eles, o ex-governador aparecia na frente há 12 dias. Agora, a petista lidera com quatro pontos de vantagem no Rio Grande do Sul, nove no Paraná e cinco em São Paulo.

Nas capitais desses estados, que também têm base para leitura estatística segura, a exceção é Curitiba. Na capital paranaense, mesmo com um crescimento de seis pontos de Dilma nos últimos 12 dias, Serra continua líder – chega a 40% das intenções de voto contra 31% da petista.

No total da intenção de voto espontânea, aplicada antes da pergunta estimulada, Dilma cresceu quatro pontos percentuais nos últimos três dias. Passou de 31% para 35%. Serra oscilou positivamente um ponto e fica agora com 18%. Marina fica estável em 5%. A taxa de indecisos caiu, nesse mesmo espaço de tempo, de 37% para 33%.

Quanto à rejeição, nota-se oscilação de dois pontos percentuais no índice dos que dizem nunca votar em José Serra. Era 27% na semana passada e agora é 29%. É a maior taxa de rejeição já verificada em relação ao tucano desde o último mês de março. A reprovação ao nome de Dilma ficou em 19%.

Na simulação de segundo turno entre a petista e o tucano, Dilma alcança 55% das intenções de voto, dois pontos a mais do que era observado na pesquisa anterior. Serra, por outro lado, perdeu três pontos em três dias. Caiu de 39% para 36%.

63% apostam em vitória de petista
Maioria diz que voto está totalmente decidido

A maioria dos eleitores brasileiros (63%) aposta na eleição de Dilma Rousseff para presidente da República. Em relação ao levantamento da semana passada, a taxa de expectativa de vitória da petista cresceu seis pontos percentuais (era 57% na última sexta-feira). A taxa dos acreditam na conquista de José Serra caiu cinco pontos – de 22% para 17%. Entre os eleitores do tucano, 33% crêem na vitória da petista. Entre os eleitores de Dilma, apenas 3% acreditam no sucesso de Serra.

Com base no total da amostra, 77% dos entrevistados se dizem totalmente decididos sobre o candidato que escolheram para a presidência da República. Outros 21% porém, afirmam que seus votos ainda podem mudar. Na pesquisa anterior, essas taxas eram de 74% e 23%, respectivamente.

Entre os que pretendem votar em Dilma, 83% se dizem totalmente decididos, taxa que cai para 74% entre os eleitores de Serra e 67% entre os de Marina. Entre os 31% de eleitores de Marina Silva que cogitam mudar de opção, 42% seriam transferidos para a petista e 28% para o tucano, caso resolvessem concretizar a hipótese.

85% sabem que Dilma é a candidata de Lula
Segundo entrevistados, petista tem o melhor desempenho na TV

A taxa dos eleitores brasileiros que sabem que Dilma Rousseff é a candidata apoiada pelo presidente Lula cresceu 9 pontos percentuais nos últimos 12 dias. Antes do início do horário eleitoral, 76% já tinham conhecimento do fato. Agora, esse índice vai a 85%. Nesse período, o índice dos que identificam Dilma como candidata de Lula cresceu especialmente no Nordeste e entre os que têm menor renda familiar mensal.

O apoio de Lula a um dos candidatos a presidente também cresceu em importância. No levantamento feito entre 9 e 12 de agosto, 42% diziam que o apoio do presidente determinaria com certeza seus votos nas eleições deste ano. Essa taxa agora é de 45%. O grupo dos que afirmam que talvez escolheriam o candidato de Lula caiu de 22% para 18% nos últimos 12 dias e a dos que rejeitam a influência do presidente ficou estável em 29%.

Quanto ao horário eleitoral, 39% dizem já ter visto o programa, sendo que 35% afirmam já ter assistido ao de Dilma Rousseff e 30% ao de José Serra. Entre os que já acompanharam as propagandas, a maioria (54%) escolhe Dilma como a candidata de melhor desempenho na TV. Serra fica em segundo com 26%.

7 Comentários

  1. Eu me chamo eu luiz carlos e gostaria de dizer o seguinte:

    parabens dilma pela sua grande vitoria vc e especial para o povo brasileiro,o BRASIL precisa muito de vc,EU acho que vc e a mulher mais inteligente do BRASIL e que tem muita competencia e dignidade,vc conhece os problemas do nosso BRASIL,vc fez muito junto com o nosso querido(LULA)e agora vai fazer muito mais confiamos em vc de coraçao,por isso nossa familha em massa votou pra vc nao e muito nao mas 357 votos foi pra vc fora o que ganhamos pra vc.por que acreditamos em vc do fundo dos nossos coraçoes.vc e uma mulher guerreira por isso e primeira mulher a governar um pais tao maravilhoso igual o nosso BRASIL,torcemos por vc.e DEUS esteja sempre presente em sua vida e derrame todas as bençaos dos ceus sobre vc.sao os votos de uma pessoa que lutou desde o começo pra te eleger a mulher presidente.nao deixe que nada te atrapalhe.va enfrente lute ( PARABENS PELA SUA VITORIA ) eu sou LUIZ CARLOS DO AMARAL MOTORISTA CAMINHONEIRO….

    1 de novembro de 2010 as 8:59 |
  2. Eu me chamo Leonardo Faria e gostaria de dizer o seguinte:

    O problema é que a fonte de onde surgiu esse texto não é muito confiável. Tem pessoas que andam dizendo pela net que foi um artigo publicado pela imprensa canadense, coisa que não foi.

    Veio deste blog de um suiço-canadense, conhecido por criar e discutir teorias conspiratórias e inventor do jogo de tabuleiro Scruples. Henry Makow demonstra em seus artigos o papel do movimento feminista radical em desestabilizar a sociedade e prepará-la para o governo mundial dos Illuminati (uma suposta organização conspiracional que controlaria os assuntos mundiais secretamente). Além de conspirações envolvendo os Illuminati, ele fala de conspirações sobre satanistas, judeus, Sionismo, Nazismo, Secularismo. Ele acredita que os Illuminati fundaram a Al Queda, são responsáveis por ataques terroristas e que pessoas como Barack Obama e toda a família Bush fazem parte deste grupo.

    http://www.savethemales.ca/bulgarian_marxist_terrorist_ti.html
    Perfil dele na Wikipédia pra quem quiser conferir:
    http://en.wikipedia.org/wiki/Henry_Makow

    “O novo comercial do iPhone4 da Apple é um exemplo de uma agenda política escondida entre as corporações do mundo, a promoção da “diversidade” e, em particular, o casamento e a miscigenação racial. O novo anúncio do Windows7 mostra um cara negro e seus companheiros brancos a apreciar algumas das funcionalidades do sistema operacional mais recente da Microsoft. (Eu me pergunto se a versão israelense mostra árabes e judeus que vivem juntos. Diversidade e multiculturalismo são apenas para os goyim – termo pejorativo para não judeus). Querem um governo mundial com base em uma raça, uma religião, uma nação e um sexo (homossexual ou “hetero-homo” – heteros que agem como homossexuais).” retirado do mesmo autor: Is Apple Pitching iPhones or Intermarriage? (August 8, 2010) http://www.henrymakow.com/is_apple_pitching_phones_or_in.html

    Seus artigos conspiratórios (considerados insanos e difamatórios por muitos) renderam a Henry várias piadas e até um tópico na Encyclopedia Dramatica: http://www.encyclopediadramatica.com/Henry_Makow

    21 de setembro de 2010 as 16:28 |
  3. Eu me chamo REginaldo e gostaria de dizer o seguinte:

    Esse é o país dos valores invertidos onde tudo que não presta é bom e tudo que tem ética é descartado. Como pode um partido que já montou e continua montando vários dossiês falsos e tudo que se viu na nossa cara: Jenuíno dizendo”faz vinte anos que eu não vejo o cara da mala de dinheiro” e as cãmaras desmentindo no dia seguinte; Silvinho com uma Land Houver na garagem, produto de negociata; certa vez durante a CPI Delúbio entrou com uma ralação falsa de nomes de pessedebistas e não teve coragem de tirar do bolso e ler ler por que sabia que era falsa, a televisão fraflou Luisinho do PT pegando essa lista de delubio dentro de um carro após o depoimento. O PT só falsifica, falsifica, falsifica e o povão gosta, e o povão vota

    20 de setembro de 2010 as 21:45 |
  4. Eu me chamo Fernando e gostaria de dizer o seguinte:

    Leiam esta notícia do Canadá sobre a canditatura de Dilma
    (traduzido)

    O purgatório brasileiro está prestes a começar.

    A triste verdade sobre as próximas eleições no Brasil é que não será decidida com base em princípios ou valores. Ninguém se importa se Dilma Roussef tenha assassinado ou roubado. É apenas o populismo na forma mais cruel. Ela é a senhora Lula. Os pobres se beneficiaram um pouco do fim da inflação, e se esqueceram que esta situação foi herdada por Lula.

    O interessante é que o Partido dos Trabalhadores não é comunista nem o que ajuda e apoia os trabalhadores. IBGE, a principal instituição de estatística no Brasil, acaba de informar oficialmente que o analfabetismo no Brasil aumentou, durante o reinado de Lula. O saneamento básico está no mesmo nível que era no momento da sua coroação. 50 mil brasileiros morrem de morte violenta, a maioria causada por armas e drogas contrabandeadas para o país pelos terroristas marxistas das FARC, que são fortes aliados de Lula. Mas a próxima Copa do Mundo será no Rio de Janeiro.

    Em contrapartida, o Banco Federal de Desenvolvimento (BNDES) recebeu este ano 100 bilhões de dólares para emprestar às grandes corporações, a fim de “comprar” a sua boa vontade em relação ao governo durante a campanha eleitoral. Os capitalistas recebem o dinheiro com juros no entorno de 3,5% a 7%, enquanto o governo paga 10% a 12% para os bancos. O Banco Itaú teve o maior lucro de um banco nas Américas, incluindo os de os Estados Unidos.

    Outros atos de generosidade do governo incluem a distribuição de licenças de TV e rádio para os capitalistas e os políticos, uma rede de TV para os dirigentes sindicais (que recebem compulsoriamente, de todos os trabalhadores, o salário de um e não podem ser fiscalizadas porque Lula proibiu) e a definição dos objetivos de investimento dos fundos de pensão de empresas estatais, na ordem de centenas de bilhões de dólares que são usados sem controle. Eles podem fazê-lo ou quebrá-lo.

    FASCISMO

    Esta é uma economia fascista, na sua mais pura definição. Mussolini ficaria orgulhoso.

    É difícil para o povo entender como o comunismo mudou, a partir de uma utopia social para este fascismo em sua forma mais primitiva e rude. O motivo é que eles mantêm a aparência sob o velho charme por causas culturais, como o aborto livre, o casamento gay, o globalismo, o radicalismo ecológico, etc. Assim como acontece na China, agora eles dizem ao povo como é que eles devem viver a sua vida particular.

    Censura ou “controle da mídia” está na agenda de Dilma, da mesma forma como se encontra em pleno andamento na Argentina e Venezuela hoje em dia.

    A privacidade fiscal de oponentes de Dilma foi quebrada sem que houvesse conseqüências legais. Os direitos fundamentais garantidos pela Constituição não valem mais nada para o Partido dos Trabalhadores, e eles estão desafiando abertamente os direitos de propriedade.

    Um grupo de camponeses comunistas, todos financiados e liderados por agitadores profissionais, invadem fazendas, matam pessoas (como o fazem agora) e esses crimes serão resolvidos por aclamação, numa consulta popular, realizada no seio da comunidade dos próprios invasores.

    Estamos sendo preparados para sermos peões do governo mundial.

    Prevejo tempos difíceis à frente para o Brasil. Dilma é incompetente e teimosa. A dívida pública do Brasil quase triplicou durante todo o governo Lula, e está prestes a explodir, devido às altas taxas de juros.

    O boom da exportação de minerais e alimentos, que impulsionaram a popularidade de Lula, pode acabar a qualquer momento, especialmente se uma crise pesada atingir o dólar.

    O nível de tributação no Brasil é um dos mais altos do mundo, com 40,5%, e a burocracia, com 85 diferentes impostos na última contagem, é astronômica. Os governantes não serão mais capazes de aumentar os impostos para sustentar os vagabundos, empregados do governo, e sustentar esta alta corrupção.

    Quando o governo quebrar, as ajudas sociais que apoiaram a popularidade de Lula estarão em risco. Sem o crescimento das exportações, haverá menos postos de trabalho, e é possível que nós venhamos a ter tumultos e protestos.

    As coisas têm sempre sido muito fáceis neste país, onde o alimento cresce até nas rachaduras na calçada. Parece que chegou a hora dos brasileiros amadurecerem pelo sofrimento.

    PS: O pai de Dilma era um ativista comunista búlgaro que se refugiou no Brasil. Surpreendentemente, no Brasil, tornou-se capitalista e ficou muito rico. Dilma teve uma vida burguesa muito previlegiada, vivendo em uma casa grande e estudando em escolas privadas. Como se pode constatar, é sempre bom fazer parte da elite comunista, cheia dos privilégios negados aos mais pobres.

    Nota do Moderador: Para maior transparência, veja o link da matéria original. http://www.henrymakow.com/bulgarian_marxist_terrorist_ti.html

    16 de setembro de 2010 as 16:08 |
  5. Eu me chamo CT e gostaria de dizer o seguinte:

    Com referência às três eleições em que o Lula concorreu, depois das duas primeiras vem que participou e não levou, ficava o casal em casa sozinho e Lula dizia: – Está vendo Mariza, não aparece nenhum PT em nossa casa após as derrotas. (isso eu li no jornal, nunca esqueci, mas agora não lembro a fonte).

    Isso, claro, até a chegada de novas eleições quando o PT encontrava a casa do Lula porque precisava novamente do candidato que poderia eleger.

    Eleito, o Lula depois de assumir foi se afastando aos poucos do PT e o deixou no ostracismo, retribuindo.

    Agora, nestas eleições, lançando como candidata esta senhora inventada por ele, diz que durante seu governo, vai estar junto dela percorrendo todo o Brasil e dando todo o seu apoio. Disse que se achar alguma coisa errada no governo da Dilma, ele pega o telefone e fala: – olha, isso tem de ser assim e assado. Que é melhor ser amigo da rainha do que ser o próprio rei (isso ele falou nas últimas semanas).

    O PT não vai admitir a ingerência do Lula no seu governo. Mas o Lula não vai tomar conhecimento porque elegeu esta senhora e não está nem aí para as ordens do PT. Mas como o Lula não será mais o Presidente, quem não vai estar aí para a sua arrogância e mando é o PT. O PT não vai permitir.

    Então, as pessoas estão pensando que vão votar no Lula; que Lula vai continuar governando. O próprio Lula eu acho que pensa assim. Será que ele e o povo não estão MUITO enganados?

    Veja, não é uma discussão se o governo do Lula foi bom ou ruim; o que acontece é que ele é realmente popular e elege até poste. Mas quem é a Dilma? Ela vai seguir o Lula ou o PT (dos aloprados, da censura à mídia, das quebras de sigilo etc)? Ou vai ser independente? Não é uma disputa justa – é a popularidade de Lula contra o Serra, que convenhamos é MUITO sem sal. Pode ter uma boa biografia, mas… Tá certo, tem a econômia que vai bem, mas se não fosse o Real, nada disso seria possível. Vocês não lembram da inflação? Do Caos? Eu tenho idade e eu lembro. Era um terror, não havia esperança, nem com “aumento” de salário de 80% todo o mês.

    12 de setembro de 2010 as 19:57 |
  6. Eu me chamo carlos e gostaria de dizer o seguinte:

    Realmente não gosto de opinar em nada, pois relativizo tudo… Mas não tem como relatizar o que está acontecendo na política brasileira. A eleição de 2010 não é justa, enquanto que um candidato só tem que não fazer nenhuma cagada e, por isso, foge dos debates; o outro tem que convencer o Brasil que pode fazer melhor SE for eleito. A eleição desde o começo estava mais fácil pra dilma, não por que ela é mais preparada (e não sei se é) mas por que ela utiliza a imagem do presidente e o pohha do presidente sabe disso e utiliza a imagem dele pra transferir votos pra ela.

    Que eleição é essa? Que o voto não é dado por ser o candidato mais preparado ou não e sim por ser mais conhecido ou não que o outro, ou por ter melhores padrinhos… (até no emprego é assim…)

    A política no Brasil está estagnada, as pessoas e as pessoas que detem o poder e a capacidade de fazer alguma coisa diferente não podem achar que tudo está perfeito, o papel do politico é justamente trabalhar pela mudança continua visando o aprimoramento do pais, o que se ver é que o Brasil funciona do mesmo jeito desde o ultimo fato mais importante (formalmente) pra república, desde lá nada de significante foi feito visando aprimorar a politica e neste caso o processo de seleção politica.

    Tá tudo sem nexo, mas queria escrever depois de ver que a dilma faltou a mais um debate, imaginem se um candidato que não tivesse padrinho (Lula) faltasse ao debate… DEFINITIVAMENTE não acho certo que o proximo presidente do Brasil seja a extensão da popularidade adquirida por um ex-presidente e não o mais preparado, e se for ela a mais preparada não tenho do que reclamar, mas como vamos analisar ela, se ela não se submete a situações em que podemos avalia-la, ela deveria fazer carreira no cinema, tudo feito naquele horario eleitoral é montado…

    Encerro com a vontade de que nas próximas eleições haja uma lei que acabe com o horário politico como é, e passe a um horário politico com debates ao vivo entre os candidatos, ou outros meios em que possamos avaliar e oomparar objetivamente e claramente a vida e as propostas de cada candidato.

    9 de setembro de 2010 as 8:17 |
  7. Eu me chamo Maria e gostaria de dizer o seguinte:

    Esse pais merece os lulas da silva e as dilmas. Falsos políticos, hipocritas e sem ética. Essa é a democracia que dizem que vivemos. Se não houver posicionamentos sérios de homens sérios, retornaremos a lama.

    2 de setembro de 2010 as 21:00 |

Escreva um comentário